Tag: Magnu Sousá

Encontro das Comunidades de Samba

O Grande encontro das Comunidades de Samba em São Paulo se deu em 2012, na Comunidade Samba da Vela, organizado pelos Fundadores; Magnu Sousá, Maurilio de Oliveira, Chapinha, Paquera em conjunto com Margareth Valentim que a convite do presidente Paquera atuou à frente da produção de 2009 a 2014.

Este grande grandioso encontro tinha como objetivo alavancar a organização das comunidades de samba, através do próprio samba, ou seja, por meio da música; tendo em vista que militância e política, que de fato são fatores importante, tinha que permanecer em segundo plano sempre, isso em meu ponto de vista, e eu particularmente sempre soube que isso poderia atrapalhar todo um processo de criação artística, cultural e entretenimento.

Mas acredito que foi importante para que cada uma dessas comunidades caminhasse com sua própria independência e identidade musical, o que sem dúvida nenhuma me deixa muito orgulhoso, por ter vivido um momento tão mágico o qual sou grato por ter ajudado liderado e de certa forma encabeçar intelectualmente todo um processo de construção maravilhoso, que ninguém poderá tirar de nós, ou mesmo apagar da história das comunidades de samba em nossa cidade fantástica, São Paulo.

E tudo poderia ter dado certo, de forma leve e democrática, se não tivéssemos tantas divergências e interesses pessoais, já que para os holofotes naturais, não existe explicação, e nisso eu acredito e entendo pelo que chamamos de estrela de cada ser humano que sempre brilhará com força, cintilantemente, mesmo que distante, de modo a agregar para o bem tudo àquilo criado para o bem das criações.

Magnu Sousá

CONTENTO

Soneto
(Magnu Sousá)

Parece que tempo não pássa
Pairando na gente, atoa
Tempo… Quem ora semeia
Se chora, pra mode “avoa”

Sistematizo o contento
E até agradeço por todos os dias
Lá tenho cá meu lamento
Que sangra momentos da minha alegria

Aceito, coitado, confesso, doe menos
Tão néscio que desconhecia
Até a camisa de Vênus

Se a todos o final viria
Se o preço do mundo é tempo que temos, me diz:
Que diferença faria?

20/06/2016